Logomarca
sexta-feira, 26 de março de 2021

Entrevista a Jesús Lizaso, diretor de Nutrição, Qualidade e Formulação da Nanta

Entrevista a Jesús Lizaso, diretor de Nutrição, Qualidade e Formulação da Nanta

"Com a obtenção da FSSC 22000 reforçamos a nossa liderança em qualidade e segurança alimentar".

Oito fábricas da Nanta em Espanha e Portugal obtiveram a mais alta certificação de segurança alimentar, a FSSC 22000, dentro da categoria Production of Feed. Trata-se de uma certificação voluntária de gestão da segurança alimentar, concedida pela AENOR, que é atribuída pela primeira vez a uma empresa de alimentação animal e que reafirma o compromisso da Nanta com a qualidade.

1. O que significa para a Nanta que as suas fábricas obtenham esta certificação exigente?

Para a Nanta é uma garantia adicional para os nossos produtos e uma melhoria dos processos. Implica maiores exigências no controlo da segurança alimentar. Neste sentido, são acrescentados requisitos mais específicos e precisos, e o compromisso é cada vez maior e mais interiorizado entre as pessoas que compõem a equipa Nanta.

A certificação FSSC 22000 é uma oportunidade para melhorar o nosso sistema e criar confiança.

2. O que significa ser a primeira empresa do sector a consegui-lo?

A FSSC 22000 é uma certificação voluntária que é uma extensão importante do sistema de gestão da segurança alimentar ISO 22000 existente. Trata-se de demonstrar o nosso empenho na melhoria contínua, reforçando a confiança de todos os stakeholder, tais como os nossos clientes, e satisfazer as suas expectativas. Sabemos que se espera muito dos alimentos que produzimos, tanto em termos de qualidade como de desempenho.

Ao mesmo tempo, reforçamos a liderança das certificações de segurança alimentar no sector dos alimentos compostos para animais, com uma certificação mais completa e exigente. Uma certificação que ajudará os nossos clientes a avançar com os seus produtos na cadeia alimentar, uma vez que está perfeitamente alinhada com o que os consumidores finais esperam dos produtos alimentares.

Tudo isto significa, em suma, um claro valor acrescentado para a empresa.

3. Que  melhorias  ou  transformações   específicas  a  Nanta  teve  de implementar nas suas fábricas para obter esta nova certificação?

Foi necessário implementar novas atividades, procedimentos e tarefas para cumprir os requisitos contidos na nova versão de 2018 da norma ISO-22000 (a anterior era de 2005), todos os requisitos da norma ISO/TS 22002_6:2016, que é uma especificação técnica específica para pré-requisitos no sector da alimentação animal, e outros requisitos adicionais da FSSC.

Novas atividades, procedimentos e tarefas que agora têm de ser realizadas e que fornecem o valor acima mencionado. Os exemplos incluem: novas atividades de análise sistemática, tais como risco organizacional, contexto organizacional e necessidades das partes interessadas, melhores procedimentos para encontrar a "causa raiz" dos problemas, e a eficiência das ações corretivas.

Como requisitos adicionais, até agora não contemplados, foram abordados a "Mitigação da fraude alimentar" e a "Defesa alimentar", destinadas a prevenir ações maliciosas que possam comprometer a segurança alimentar, bem como um requisito de "Formulação do produto", que tem em conta o controlo de substâncias, nutrientes ou ingredientes, que possam ter efeitos adversos nos animais ou afetar a segurança alimentar. Para tal, é necessário realizar o que se chama "análise de vulnerabilidade" e implementar medidas preventivas adequadas.

Além  disso,  todos  os  departamentos  e  funcionários  foram  envolvidos, dedicando recursos à sua formação, a fim de garantir o tratamento e aplicação dos novos protocolos, tarefas e procedimentos estabelecidos, e assim cumprir com as novas normas de qualidade.

4. Esta   certificação   coincide   com   o   25º   aniversário   da   primeira certificação de Qualidade da Nanta, com a qual a empresa foi também pioneira. Esta nova certificação consolida o compromisso, do ponto de vista estratégico  da  empresa,  para  com  a  qualidade  como  pilar fundamental?

Consolida o firme compromisso da Nanta com a qualidade certificada em cada uma das diferentes fases do processo de produção, bem como na logística de armazenamento e entrega do produto, com a necessária colaboração e coordenação de todos os que trabalham na empresa na busca incessante e diária de melhoria contínua. Na Nanta gostamos de dizer que falamos de qualidade e que a demonstramos todos os dias.